Declaração de eleitor

Porque:

1) Desde o impedimento popular da Sra. Presidente Dilma Rousseff o governo federal assumiu viés centrista;

2) O viés centrista, por natureza, trabalha pelo bem da transição, impondo, antes de agendas, o temperamento da ordem civil;

3) Usamos, cidadãos e empresas, o temperamento da ordem civil para contrastar e discutir alternativas aos problemas centrais da Nação;

4) Tais alternativas serão, daqui em diante, desenvolvidas e apresentadas, na forma de concorrentes planos de governo, por duas oposições ao centro atual;

5) E porque não diremos situação versus oposição, mas oposição versus oposição,

eu, na qualidade de cidadão e livre pensador, proponho as seguintes chapas, sendo elas duas e apenas duas para evitarmos o desperdício de tempo e paciência em desvios, delírios, falsos problemas e pequenezas:

Chapa AV: Geraldo Alckmin + Luislinda Valois

Chapa GH: Ciro Gomes + Fernando Haddad


Porque:

1) Alckmin é um gestor sério e provado, mas precisa, a seu lado, dalguém a lembrar-lhe do que foi feito o Brasil. // A história de Luislinda é mais bela que a de Lula. // O impedimento popular da Sra. Presidente Rousseff não foi bem aceito por uma minoria, entre ela as próprias mulheres e alguns adeptos do lulismo. // Estes talvez encontrem em Luislinda, assim que ela puder falar serena e sinceramente, o aconchego de uma representação autêntica, popular e sênior, no Executivo;

2) Ciro tem cacife para barganhar os votos de Lula no Nordeste (se Luislinda não o fizer antes). // Ele pode usar o fato de ser esfinge ideológica em favor de um discurso pragmático, tendência irreversível. // De pulso e fala firmes, compensa a hesitação preferia-não-ser-político do professor Haddad, que, por sua vez, tem charme e seduz a militância jovem. // Com ele a chapa evoca o novo e o vigoroso, e talvez construa num vazio ainda sem nome da expectativa nacional;

3) A chapa AV tem contra si o fantasma do continuísmo, o velho mais do mesmo capaz de unir o país em repulsa e escárnio. A favor, tem os cofres sãos de São Paulo e uma mulher negra juíza e neta de escravos. // A chapa GH tem contra si a verborragia sebosa que derrubou a esquerda quando esta trocou compromisso por cinismo. A favor, tem o sonho de refundação, em novos termos e cores, do projeto petista de dignificar a política brasileira e levar o povo ao poder. // De lado a lado, as duas oposições tem dentro de si seus piores inimigos. Quem os podem derrotar são suas próprias lacunas, teimosias, maquiagens marqueteiras, falta de humildade e de autocrítica, promessas vãs, argumentação leviana e mentiras deslavadas e ridículas que insistem em contar, deturpando a história e embelezando os fatos como se esta fosse a pátria da burrice e do esquecimento.

Comments are closed.

Post Navigation