Kkkk

Bom dia.

Por questões técnicas, essa foto preparada para o Facebook transferi para o sítio online da editora. Não que o Facebook seja incompetente tecnicamente, pelo contrário, são bons em muita coisa, mas como player de cores vetorizadas não prestam. Mesmo a função ‘álbum’, onde seria possível aceitar mais pixels por polegada, não interessa tanto ao repórter cidadão a colher muitas vezes pautas no calor do momento, sem a preocupação da “fruição familiar”: nem todo conteúdo se enquadra como tal. De resto, a compactação em PNG, propalada como corretora, não é. Ao menos não a ponto de quem cuida da própria por amor de persuadir e não marcar ponto sem dar o endereço pras crianças, concordar. O wordpress também comprime. Mas muito menos que lá. Nem seria para tanto, a foto resultou medíocre. Mas como acabei memeficando (com saturação ideal-contínua), parte da graça iria embora porque a aplicação emporcalha. Em nota, a editor da editora pronunciou na rede de microblogs Twitter que o Facebook, “se não pode pagar ninguém que forneça conteúdo”, pode achar modos de gerir a angústia de haver tanto upload concomitante à necessidade da editorialização ou cura humano-algorítmica. E deu uma ideia: “que publicadores de sucesso ganhem privilégios como o de, por exemplo, estar isento da compactação a que se sujeita o usuário médio”. Não houve retorno da Incorporação.

Deixe uma resposta

Post Navigation