Sopa de abóbora e aveia

Postei este vídeo no começo do ano passado, demonstrando um moinho manual para moer grãos torrados de café. O utensílio, além de portátil e resistente, prova-se presto (dãr, claro) para moer outras coisas. Pimenta do reino, tenho usado, e hoje, pela primeira vez, e para resultado fabuloso, moí sementes de erva-doce. O pozinho desabrocha a complexidade aromática da planta – anis, pêssego e cravo – num modo que a semente não consegue.

Usei erva-doce numa sopa de abóbora e aveia, inédita para mim. O prato chama a atenção pelo aconchego generalizado: aroma, textura, sabor, reverberação corporal e potência nutricional. Fácil de fazer, toma menos de 15 minutos de preparo e cai bem para apaziguar e restaurar, à noite, o corpo cansado da labuta. Há fibra, proteína, gordura e carboidratos a contento.

Para preparar, cozinhe a abóbora em cubos, troque a água, misture o missô e a aveia e tempere. Para servir, encime o caldo com as folhas de agrião e as castanhas. As medidas a seguir agradam duas pessoas.

Sopa de abóbora e aveia

– 1/4 de abóbora cabotiá
– 4 colheres grandes de aveia em flocos
– 1 colher grande de missô
– 1/2 maço de agrião
– 1 punhado de castanha-de-caju
– 1 toco de gengibre ralado
– 1 colher pequena de sementes de erva-doce
– 1 colher grande de curry
– 1 fio de azeite
– 1 sujeirinha de shoyo

Bom apetite!

Comments are closed.

Post Navigation