Guilherme Coube de Carvalho (1979, São Paulo) é autor de: Da Família: um longo ensaio imaginativo (2017), Cinco Nomes Brasileiros (2018) e Epístola Canária (2019), além de um poemário em construção e de uma versão literária de um livro fundador à filosofia chinesa, o Tao Te Ching, chamada Marcha Ingênua (2020).

Criou as experiências de realidade alternativa 2084: MTV contra o Instituto Purifica (2006) e Teoria das Cordas (2007), em que o universo ficcional tratado como jogo literário formou e cativou um público jovem e diversificado. Foi roteirista e produtor da MTV Pública (2008), levando ao ar campanhas de sensibilização política e sanitária. Atuou na comunicação institucional da marca (2009 –2011), junto a redatores e artistas visuais.

Editou e publicou trabalhos de Bruno Galan, Luisa Micheletti, Martin Avaro, Juliana Frank e Sandra Martinelli.

Bacharel em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (2003), trabalha num volume novo ao poemário, Xale, a sair futuramente.